Avenida Pasteur, nº 154, 12º andar - Botafogo - Rio de Janeiro, RJ, Brasil
+5521991291074

Matéria-prima virgem? A ideia que encarece seu negócio

O Blog da Polen é um espaço exclusivamente dedicado ao compartilhamento, divulgação e publicação de notícias, artigos, colunas e relatórios sobre o universo dos resíduos sólidos no Brasil e no mundo. Aqui você encontrará conteúdo relevante, escrito por profissionais com experiência e vivência no setor. Dentre as pautas a serem abordadas, estão: guias de boas-práticas na gestão de resíduos; legislação e regulação do setor; novas tecnologias, soluções e aplicações para o reaproveitamento, reuso e reciclagem dos resíduos; economia-circular; logística-reversa e muito mais!

Matéria-prima virgem? A ideia que encarece seu negócio

Imagine um cenário onde os recursos naturais estão escassos, a disponibilidade de recursos menor, a tendência é que a matéria-prima fique cada vez mais cara, certo? A questão, que muitas empresas não sabem, é que a matéria-prima virgem não é a única fonte para produtos, e muitas vezes, ela encarece ainda mais o seu negócio.

Neste artigo, você perceberá como ela é muito custosa, motivos para você buscar alternativas mais rentáveis e onde você consegue encontrá-las, sem muita dificuldade.

Porém, em primeiro lugar…

O que é matéria-prima virgem?

É considerada matéria-prima todo material que será usado como base para transformação em um produto acabado. Ela pode ser natural, onde está na sua fase inicial e não sofreu alterações, ou transformada, oriunda de algum processo que a modificou. Podemos exemplificar a natural com o petróleo e a transformada com o plástico, que é derivado da primeira.

Podem ser classificadas de três formas diferentes, levando em consideração sua origem. São elas:

  • Animal: origem da criação de animais, como carne, couro e leite;
  • Vegetal: origem de plantas, como látex e cacau;
  • Mineral: origem do solo, como petróleo e minerais.

Além disso, ainda é possível classificá-las a partir de seus processos químicos: soluções, líquidos, sólidos, gases e suspensões.

A matéria-prima virgem é proveniente de materiais retirados do meio ambiente, que não ainda não foram utilizados. Por exemplo, metais das atividades de mineração e o papel, que vem da celulose.

Matéria-prima Virgem X Matéria-prima Secundária

Diferentemente da matéria-prima virgem, a matéria-prima secundária provém da reciclagem e reaproveitamento dos resíduos gerados após a construção ou aproveitamento dos produtos, como a utilização de trapo para confeccionar novas roupas. A utilização da matéria-prima secundária sustenta a logística reversa e traz vantagens tanto para o meio ambiente quanto para as indústrias de bens de consumo. Alguns benefícios promovidos são:

  • Diminuição de custos, uma vez que muitas matérias-primas secundárias já são mais baratas que as virgens;
  • Poupança de água e energia, já que a produção de materiais a partir de resíduos consome menos água e energia (o que também impacta na redução dos custos);
  • Redução do impacto ambiental, porque são evitadas novas extrações de recursos naturais e o resíduo deixa de ser depositado no meio ambiente;
  • Maior valor agregado à empresa, visto que utilizar resíduo para seus processos é uma prática sustentável e é bem visto pelo consumidor.
Agregado Siderúrgico: matéria-prima para blocos que compõem calçadas

Agregado Siderúrgico: matéria-prima para blocos que compõem calçadas

Entendendo um pouco mais sobre valores…

Como a matéria-prima é o princípio do produto, é sempre bom acompanhar o mercado e a variação do preço, pois isso impacta no maior ou menor lucro. Por esse motivo, uma análise financeira de todo o processo é fundamental, e ela demonstra claramente como a matéria-prima virgem encarece qualquer negócio frente á utilização de resíduos.

De acordo com a ABIMAQ, se o Brasil reciclasse todos os resíduos que são encaminhados aos lixões e aterros, poderíamos economizar cerca de R$ 120 bilhões ao ano, estimando benefícios econômicos e ambientais da reciclagem.

Alguns exemplos vêm de constatações como a pavimentação com matéria prima reciclada ter economia de 10,67% em comparação com insumo virgem, e a fabricação de um quilo de metal ter um gasto energético 1/3 menor a partir da sucata, em comparação ao originado do minério.

Leite (2003) afirma que “a substituição de matérias-primas virgens por recicladas permite, além da economia obtida pelo diferencial dos preços entre elas, a obtenção de uma série de outras economias”. Algumas delas são:

  • economia na quantidade de energia elétrica, térmica e outras modalidades de energia utilizadas na fabricação desde o processo de extração;
  • economia de componentes que entram na composição da matéria-prima virgem;
  • economia obtida pela diferença entre os investimentos em fábricas de matérias-primas primárias e de matérias-primas secundárias.

Sabendo disso, a WWF Brasil fez uma tabela demonstrando fatos interessantes sobre a reciclagem de alguns materiais:

Matérias-Primas Secundárias: a solução para as desvantagens da matéria-prima virgem

Matérias-Primas Secundárias: a solução para as desvantagens da matéria-prima virgem

Como posso encontrá-las?

Algumas indústrias possuem gerenciamentos de fluxo reverso próprio, como fabricantes de bebidas que buscam o retorno das garrafas de vidro e siderúrgicas que usam como insumo de produção a sucata gerada por seus clientes. Além disso, indústrias de alumínio, eletrônicos, ramo automobilístico e de produtos radioativos também promovem o fluxo de retorno para o reprocessamento. É uma opção interessante, porém pode não fazer sentido para seu negócio.

Existem diversos produtos que após o uso podem ter outras funcionalidades. Embalagens, fibras de coco, pneus, cartuchos de tinta de impressoras e garrafas PET, em sua maioria, são fontes de matéria-prima para a própria indústria que as fabricou ou podem ser vendidas para terceiras para comporem novos produtos. A questão é como encontrá-los.

Dessa forma, fica evidente a importância de plataformas e sistemas informatizados que integrem fornecedores das matérias-primas secundárias com compradores, permitindo a realização do processo de compra e venda de forma simplificada. Se cadastrar e acompanhar essas plataformas é uma solução gratuita, fácil e rápida, que te permite acessar matérias-primas secundárias de todo o Brasil, em apenas alguns cliques. Confira o post em que explicamos as vantagens das plataformas online para compra e venda de resíduos.

A matéria-prima virgem é baseada na ideia oposta à tendência atual de economia circular, e representa um custo maior para as empresas e para o planeta. Após ler este artigo, o que acha de mudar a matéria-prima do seu processo produtivo por uma mais barata e sustentável? Faz sentido para sua empresa? Deixe nos comentários abaixo!

Créditos Foto em Destaque: www.plastirrico.com.br

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *